Minha lista de blogs

quinta-feira, março 08, 2018

Bicicletas e capacetes




Você sabe andar de Bicicleta?
Você ainda anda de Bicicleta?
Quem lhe ensinou a andar de Bicicleta?



Encontrei no Facebook umas colegas dizendo de quem tinha lhe ensinado a andar de Bicicleta.
Lembro perfeitamente que quem me ensinou a andar de Bicicleta foi minha querida Tia Maísa, a tia mais maravilhosa que alguém poderia ter.
Não lembro a idade que tinha, mas lembro dela alugando Bicicleta para que nós aprendêssemos a "bicicletar."
Também lembro que uns anos depois, não não sei quantos anos ou até se teve anos, papai comprou uma Bicicleta usada para nós.
E foi uma festa sem fim, minha e de meus irmãos.

Quando fui morar em Brasília, na 115 Sul, compramos Bicicletas para todos nós. 
Não eram Bicicletas de marchas. Nem sei se tinha Bicicleta com marchas.
Eu e os filhos íamos para a Academia (eu para malhar e os filhos para a natação) de Bicicleta.
Nos nossos finais de semana, todos usávamos as Bicicletas para ir ao Parque da Cidade
Nunca usei Capacete. 
Não se usava Capacete.
E as quedas (algumas) que levei nunca causaram grandes problemas.
Agora, ou você usa Capacete ou faz traumatismo craniano.
Numa cidade permanentemente quente, como aqui, usar Capacete deve ser uma tortura.

Será que ainda sei andar de Bicicleta?
Vou testar, dentro da nossa garagem.

E você? 
Responda as perguntas.

Liliane


20 comentários:

Gil António disse...

Sendo hoje DIA INTERNACIONAL DA MULHER, nada me impede de dizer que: "" Cada mulher que nasce é uma Estrela que brilha na Terra "" ...... A Sua publicação - homenagem aos capacetes e bicicletas, que gosto muito - é de uma ternura e carinho exemplares.
.
* (Poetizando e Encantando) MULHER ... O Equilíbrio da Vida *
.
Votos de um dia feliz

Pedrita disse...

foi meu pai que me ensinou. aqui é tanto asfalto que sem capacete fica inviável. apesar que no trânsito de são paulo ser pedestre, ciclista ou motociclista é uma atividade de alto risco. beijos, pedrita

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

❤ Boa tarde mulher linda! Parabéns pelo seu dia, nosso dia❤ Não somente hoje, mas todos os dias, que sejamos reconhecidas e amadas. Que nossos direitos sejam cobrados e que a sociedade seja justa, sem descriminação.
Feliz dia Internacional da mulher, extensivo a todas as mulheres da sua família!

Lete disse...

Lili, sei andar de bicicleta e fiz muitos quilómetros em estrada. Depois mudei para bicicleta de BTT e fiz muitos passeios pelas matas e pelas praias daqui. Temos muitas pistas próprias para passear... e eu adoro! Usei sempre capacete e ai de mim se assim não fosse, pois em 2008 fui atropelada e também graças ao capacete, não sofri nenhum traumatismo. :)
Hoje em dia, não faço corrida, mas no verão espero retomar os passeios...


Hugo disse...

Aqui em SP o prefeito anterior pintou uma centena de ruas com ciclofaixas inúteis. Gastou uma fortuna com tinta.

Com exceção de algumas avenidas principais com canteiros, ciclofaixas em SP não servem para nada.

A maioria das pessoas que andam de bicicleta são tão folgadas quanto os pedestres e os motoristas, sejam de carros, ônibus, vans ou motos.

Vivemos em uma cidade selvagem.

Christiane Garcia disse...

Liliane, tive uma bicicleta na infância, mas só andei com as rodinhas. Nunca aprendi...rsrsrs...
Lucas aprendeu, foi o pai que ensinou. Nunca comprei capacete. Mas uma vez ele levou um tombo que poderia ter sido gravíssimo se ele tivesse caído na calçada de concreto. Caiu numa de terra, um pequeno pedaço, mas caiu ali. Mesmo depois disso não comprei capacete. As crianças tiram sarro de quem é todo equipado assim...srsrs
Um grande bj

O meu pensamento viaja disse...

Aprendi com o meu pai como professor. Em criança pedalei imenso,mas nunca usei capacete.
Atuslmente, aqui, no Porto existem imensas civlovias, mas eu não tenho a menor vontade de pedalar. Prefiro caminhadas. Bjs

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Liliane... sei andar, ainda ando, meu irmão meu ensinou... já fui chamada para participar de um grupo que andam bastante, de cidade para cidade, mas tanto a bicicleta como os acessórios são muito caros e eu desisti, rsrsrs
Beijosss

Larissa Santos disse...

Quando se aprende nunca mais se esquece. Aprendi sozinha, com as quedas :)


PS: Ocorreu um erro, saída dum tema. Hoje o tema é do:-
Gil António:- Fogo de Amor: O Infinito da Mélica Ternura
.
Bjos
Votos de boa Sexta-Feira

Luli Ap disse...

Oieeeee Lilianeeee
Sei andar de bicicleta, minha mãe, meu pai, uma prima e avô se revezaram pra me ensinar.
Quando pequena andava com os amiguinhos em ruas residenciais, daí que não usei mais a bike
acho que ainda sei, dizem que a gente nunca esquece.
Aqui é tanto carro que dá até um friozinho na barriga quando se é ciclista. Acho importante usar o capacete embora meus cabelos são oleosos e com esse calor de sucursal do inferno nem imagino como deve ficar :/ sei que o capacete não impede o traumatismo, mas protege contra uma fratura.
Minha bicicleta era azul!

Excelente fds pra vc e todos aí
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br


Andréa Santana disse...

Olá, Liliane!
Eu amo pedalar, às vezes alugamos bicicletas na Lagoa da Pampulha é muito bom! 🚲 🚲
Aprendi a andar de bicicletas aquelas de rodinha, já levei muitas quedas.

Beijos, bom final de semana ♥

Elisabete disse...

Sei andar de biciclete mas já não ando há uns anos.
Bjs

Montana disse...

Aprendi com o meu irmão (embora ele seja mais novo). Mas nem ele nem eu usávamos capacete.
A netas mais velha faz muitos Km. com o pai mas sempre de capacete.
Bjs.

Bruxa do 203 disse...

Siiim! Eu lembro! A minha mãe me ensinou a andar de bicicleta. Quando era bem pequena podia andar na rua, mas logo começaram a roubar a bicicletas, aí só no pátio do prédio mesmo. Naquela época o Brasil já era perigoso!!!

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Minha primeira bicicleta foi uma Caloi azul. Lembro bem desse dia da compra. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

alfacinha disse...

o desporto nr1 dos belgas . Todos andam de bicleta mesmo as pessoas da terceira idade .
Abraço

Debora disse...

Eu sei andar e quem me ensinou foi meu pai.

Hoje tenho uma bicicleta que é meu xodó. Não tenho coragem de pedalar na rua por causa do trânsito, mas adoraria ir para minha aula de ballet de bicicleta ao invés do carro. Já tenho medo, e uma colega minha que faz isso foi atropelada no final do ano passado.

Como moro em frente a um parque, tenho facilidade em sair do portão e ir direto para um lugar tranquilo.

Debora disse...

Ah, a tempo, nunca tive um capacete...

Nal Pontes disse...

Não sei andar de bicicleta. Qdo criança. Meu irmão mais velho bem q tentou me ensinar. Tmb tentei aprender qdo adulta. Mas nao consegui tinha medo de cair. Nunca andei nem no bagageiro. Kkkkkk sou mole mesmo. E frustrada por nao ter tentado mais. Abçs Liliane

Ana Freire disse...

Confesso, que não sei andar...
A minha meninice, foi um bocadinho conturbada, com a doença do meu pai... e eram maiores os tempos de preocupação, a caminho do hospital e dos seus tratamentos, do que os tempos apenas dedicados ao lazer, puro e simples... tumor do cólon... não foi fácil... ele não ganhou a batalha... mas ainda assim, deixou-me muito boas recordações...
Beijinho
Ana